Brahmacarini

terça-feira, 4 de outubro de 2016



Brahmacarini

Aquela  que nos ajuda a ter autocontrole, a manter nossos votos e promessas e a ter determinação. Ela nos abençoa para alcançar o êxito em tapas (autodisciplina) e é invocada para ter perseverança e crescimento espiritual.

É igual a um sadhu (renunciante) que caminha com os pés descalços, levando uma japa (rosário) e um pote de néctar, símbolos da devoção, simplicidade e autocontenção.

Brahmacarya significa celibato. O celibato traz muita força. Também “Brahma” significa “o infinito” e “acarya” significa “caminhar”, isto é, transitar no caminho que nos leva ao encontro com o Absoluto.

Quando oramos a esta forma da Mãe Divina, nossa consciência começa a caminhar para a espiritualidade, que é a nossa verdadeira natureza. 

Ashtanga Yoga Mantra

terça-feira, 7 de junho de 2016



Om vande gurunam charanaravinde
sandarshita svatma sukhava bodhe
nih shreyase jañgalikayamane
samsara halahala mohashantyai

abahu purushakaram
shankhachakrasi dharinam
sahasra shirasam svetam
pranamami patañjalim Om


Tradução:
Saúdo os pés de lótus dos mestres, que revelam o autoconhecimento, que me fazem realizar a verdade que é a plenitude final; evitando o feitiço, como o curandeiro da selva, [o autoconhecimento] aquieta a ilusão que vem do veneno do ciclo de encarnações.
Reverencio Patañjali que tem a forma humana até a cintura (o resto tem a forma de uma cobra), (com suas quatro mãos) segura uma concha, um disco e uma espada (com a quarta ele faz o gesto de ausência de medo), tem mil cabeças e cor clara.